Adolescente é morto a tiros por guarda civil metropolitano na porta de bar em Silvânia, diz polícia


Segundo delegado, vítima não tinha qualquer desentendimento com o suspeito, que está foragido. Caso comoveu município. Local onde adolescente foi morto a tiros, em Silvânia, Goiás
Polícia Civil/Divulgação
Um adolescente de 15 anos foi morto a tiros na porta de um bar em Silvânia, na região central de Goiás, na noite de sexta-feira (20). O caso comoveu o município e é investigado pela Polícia Civil. Um guarda civil metropolitano, que trabalha em Goiânia, é suspeito de cometer o crime. De acordo com o delegado Leonardo Sanches, o homem fugiu e está foragido.
O G1 solicitou, na tarde deste sábado (21), um posicionamento da Guarda Civil Metropolitana (GCM) de Goiânia sobre o caso e aguarda retorno.
A Polícia Civil ainda não sabe a motivação do crime. Segundo o delegado, a vítima, Frediani Claiton Izidio da Silva, não conhecia o atirador e não tinha qualquer desentendimento com ele. A investigação apurou que o adolescente foi atingido por dois tiros, um de raspão no ombro e outro no pescoço. Ele morreu no local.
O caso aconteceu por volta das 23h. Segundo Sanches, a vítima e outros quatro adolescentes estavam em uma praça da cidade e decidiram passar em um bar no Setor Pedrinhas, onde o suspeito estava. Lá, os adolescentes tentaram comprar uma bebida, mas o dono não quis vender. Assim, eles saíram do local e ficaram do outro lado da rua, quando o suspeito foi até eles tirar satisfação.
“Ele foi até eles e começou a perguntar: ‘Eu estou devendo alguma coisa para vocês?’. Ele repetiu isso três vezes. Os adolescentes, todos menores de idades, ainda responderam que não, que não queriam confusão, mas ele levantou a blusa, deu dois tiros para o alto e descarregou o restante nos adolescentes”, relata o delegado.
“Ele atirou em direção aos cinco adolescentes, mas os outros quatro conseguiram escapar e a vítima foi atingida por dois disparos”, diz.
Alguns tiros atingiram o muro de uma casa e uma placa de trânsito. Logo após o crime, o suspeito fugiu. Ele não havia sido localizado até a última atualização desta reportagem.
De acordo com as investigações, o autor dos disparos havia se envolvido em uma briga pouco antes do crime com o filho do dono do bar, mas a discussão, segundo o delegado, não tem nenhuma relação com a morte do adolescente.
Segundo o delegado Leonardo Sanches, o inquérito deve ser concluído já no início desta semana. “Ele vai responder por homicídio qualificado e quatro tentativas de homicídio”, conclui.
Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
VÍDEOS: últimas notícias de Goiás
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me
YOUTUBE
Leitores On Line